Primeiro-Ministro considera Agricultura um sector essencial para o desenvolvimento do país

O Primeiro-Ministro, António Costa, acompanhado do Ministro da Agricultura, Luis Capoulas Santos, visitou hoje a 56ª Feira Nacional de Agricultura / 66ª Feira do Ribatejo, evento que decorre até dia 16 de junho no Centro Nacional de Exposições, em Santarém, e que tem como central a “Vinha e o Vinho” disse hoje que a agricultura é essencial para o desenvolvimento do país e referiu que a feira “é uma excelente mostra do trabalho dos agricultores portugueses e do belíssimo momento que a agricultura portuguesa está a viver”.

Para o responsável do governo, este crescimento “deve-se muito a uma opção chave que foi feita. Todos têm consciência que valeu a pena apostar na agricultura e que faz parte integrante do nosso futuro”, referiu.

“Quando olhamos para a necessidade de ter medidas para combater as alterações climáticas, para o desordenamento do território e para a ameaça dos incêndios florestais percebemos que a agricultura é absolutamente prioritária. A nossa paisagem é desenhada pela agricultura e por isso a agricultura é um sector fulcral”, disse.

António Costa referiu que “o futuro do nosso país depende muito do futuro da agricultura e que não pode deixar de expressar um grande agradecimento pelo trabalho a que todos os agricultores se dedicam. É uma atividade muito dura, sujeita a muitas incertezas e de muito risco, mas é felizmente conta com gente dinâmica para ajudar a avançar o país.”

O responsável governativo considerou ainda que “é necessário continuar a investir no sector e a criar cada vez mais condições para que os produtores agrícolas possam trabalhar. O grande esforço é dos agricultores, mas há trabalho político que é necessário fazer. Hoje por exemplo já temos mais de 55  novos mercados abertos para a exportação e este ano vamos ter um crescimento na exportação de carne de porco graça à abertura do mercado chinês”, concluiu.

FNA 19 destaca os “Melhores Produtos Nacionais”

A Feira Nacional de Agricultura foi hoje palco da entrega de prémios “Os Melhores dos Melhores” referentes aos Concursos Nacionais. Estas iniciativas foram realizadas em prova cega e tiveram como objetivo estimular a produção de qualidade, dar a conhecer os melhores produtos  e incentivar o seu consumo.

Ao longo do dia decorreu também o Concurso de Dressage Nacional e o dia registou momentos de muita animação com realce para Mesa da Tortura, Largada de Toiros e para o concerto musical do grupo “Capitão Fausto”.

10 de junho

Amanhã, dia 10 de junho, os concursos pecuários marcam a atualidade da FNA 19. Na área equestre destaca-se o 9º Concurso Nacional da Égua Afilhada da Raça Lusitana e o 26º Concurso Nacional Oficial das Coudelarias Portuguesas, assim como o Concurso de Traje à Portuguesa e o Concurso de Apresentação do Cavalo de Sela. Na área da suinicultura, decorre o Concurso Morfológico do Porco da Raça Alentejana.

A Feira Nacional de Agricultura/Feira do Ribatejo apresenta-se, assim, como um espaço privilegiado de contacto, além de constituir uma oportunidade para o lançamento e divulgação de novos produtos, para a promoção de novos serviços e ainda para a partilha de conhecimentos. Para os profissionais que pretendem estabelecer negócios e parcerias a Feira é o mais importante ponto de encontro do setor agrícola nacional, indispensável a quem pretende trocar experiências, debater problemas ou refletir sobre o futuro.

ENTRADAS

Bilhete Feira: 7,50 € (Permite uma única entrada)
Bilhete Espetáculos Musicais: 7,50 € (Permite uma única entrada). Válido após o encerramento da exposição agro-pecuária – 22h30 (8,9,13, 14 e 15 junho)
Livre-Trânsito:
 20,00 € (O Livre – Trânsito permite visitar a feira a qualquer hora e várias vezes por dia)
Dia 11 de Junho: Entrada Gratuita
Todos os Dias: Entrada gratuita para crianças até aos 11 anos (inclusive)
Parque de Estacionamento: Gratuito