A 54ª Feira Nacional de Agricultura / 64ª Feira do Ribatejo, evento que decorre até 18 de junho de 2017, no Centro Nacional de Exposiçõe em Santarém, e que tem os “Cereais de Portugal” como tema central, foi  palco da assinatura  de constituição da IRRIGANTS d’EUROPE.

A IRRIGANTS d’EUROPE é a primeira associação na Europa que tem como objetivo defender o sector da agricultura de regadio e resulta da união das maiores Associações Gestoras de Água para a Agricultura dos Estados Membros da União Europeia onde o regadio é mais expressivo, nomeadamente:

ANBIAssociazione Nazionale Consorzi di Gestione e Tutela del Territorio e Acque Irriga (Itália)
FENACOREFederación Nacional de las Comunidades de Regantes de España (Espanha)
Irrigants d’France  (França)
FENAREG – Federação Nacional de Regantes de Portugal (Portugal)

IRRIGANTS d’EUROPE tem como objetivos

– reunir o setor de agricultura de regadio ao nível europeu
-dar uma única voz à agricultura de regadio junto das instituições europeias.
-manter atividades destinadas a promover e representar a agricultura de regadio e a gestão da água no setor agrícola a nível europeu e internacional,
-promover e realizar a cooperação no regadio e na utilização e gestão da água no sector agrícola
-promover atividades para destacar os benefícios e as externalidades positivas produzidas pelo regadio para o meio ambiente e para toda a sociedade
– incentivar e permitir a comunicação a todos os níveis acerca da importância da agricultura de regadio

Nesta cerimónia de constituição foi apresentada e entregue a “Declaração de Santarém” ao Sr. Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Dr. Luís Capoulas Santos, na presença do Eng. Eduardo Oliveira e Sousa, Presidente da CAP e anfitrião da iniciativa.

Conferências e Seminários na FNA 17

No dia dedicado ao estudante e ao Município da Golegã, as Conversas de Agricultura estiveram uma vez mais na ordem do dia.

Com o Auditório do CNEMA repleto, debater os “Subsídios e Outros Apoios das Entidades Públicas” ao nível da contabilidade e fiscalidade e a sua operacionalização, foi o mote do  Congresso “Contabilidade e Gestão na Atividade Agrícola”, uma organização da CAP – Agricultores de Portugal e a Ordem dos Contabilistas Certificados que também contou com a participação de vários especialistas da área.

No âmbito 6º Seminário dos Jovens Agricultores dedicado à Inovação Tecnológica na Agricultura discutiu-se a situação actual, as perspectivas futuras dos Jovens Agricultores e foram dados exemplos de agricultura digital.

Paralelamente foi entregue o prémio de “Melhor Jovem Agricultor 2017” a Miguel Martinho, Idanha-a-Nova, que apresentou o seu projecto “Sementes Vivas”. Esta iniciativa que tem como objectivo valorizar e premiar os novos projectos na área agrícola, e cujo vencedor vai representar Portugal no Concurso Europeu em Bruxelas, a realizar em 2018.

A Importância da Produção Nacional de Cereais foi o tema escolhido por entidades como ANPROMIS, ANPOC, AOP e INIAV para discutir os problemas desta área. “O potencial da produção de cereais em Portugal”, o “Projecto Pão de Cereais do Alentejo”, a “valorização do milho grão nacional” e a “valorização do arroz Carolino” estiveram em discussão.

“Novos Desafios Para a Produção Animal – Biossegurança e Resistência Antimicrobiana” foi outros dos seminários organizado pela CAP que abordou neste evento, com a colaboração de especialistas e criadores, a análise e quantificação do uso de antibióticos, na saúde animal e humana, assim como a aplicação de medidas de biossegurança nas explorações pecuárias.
As explorações deverão implementar cada vez mais medidas de biossegurança e trabalhar em conjunto com os médicos veterinários, identificando as melhores formas de prevenir ou tratar a doença nos seus animais.

As dificuldades com que os operadores se defrontam e as suas aspirações tendo em vista simplificar e melhorar a legislação em vigor, estiveram em debate no colóquio referente às Organizações de Produtores de Frutas e Hortícolas e as Exigências de reconhecimento e acesso ao mercado , organizado pela CAP.

A redução dos custos com a electricidade foi o tema central do seminário organizado pela ANPOC/ANPROMIS e FENAREG subordinado à “Electicidade na Agricultura – Como Reduzir a Factura” durante o qual se debateram  quais as “prioridades de actuação”, “om sistema fotovoltaico” e o “ponto de vista dos  agricultores”.

A Câmara Agrícola Lusófona colocou em destaque as oportunidades no sector agroalimentar na CPLP e especialmente a forma de alavancar as exportações nesta área. Os “produtos, quotas de mercado e concorrentes entre Portugal e os países da CPLP”, o “potencial das fileiras agro-alimentares portuguesas no contexto da CPLP”  e apresentação de alguns “case studies” complementaram a discussão.

Por último, a Plurivet, em colaboração com a Associação dos Produtores de Leite de Portugal  e a Associação dos Criadores de Bovinos da Raça Alentejana organizaram um colóquio que se centrou nas “Células Somáticas – Impacto económico na exploração leiteira” e na “Avaliação Genética – Como selecionar reprodutores em vacadas de carne”.

Concurso Morfológico do Porco da Raça Alentejana

No âmbito da pecuária, o destaque do dia vai para o Concurso Morfológico do Porco da Raça Alentejana, que decorreu hoje e que teve como objetivo destacar a excelência dos exemplares a concurso e que estão em exposição na Feira Nacional de Agricultura.

15 de Junho

Amanhã, 15 de junho, Dia do Município de Rio Maior, o sector equino volta a estar em evidência, com a realização do Circuito de Ensino do Ribatejo, Concurso de Saltos Regional e Concurso Nacional de Oficial de Modelo e Andamentos do Cavalo de Raça Sorraia.

Em dia feriado, a animação tradicional não podia faltar. Ranchos Folclóricos, Bandas de Música Popular e Bailes Populares animam o espaço da Feira.